09 abril 2018

Arte, não precisa definir apenas admirar.


No olhar atento de quem ama arte...

A arte está inteiramente ligada à pessoas
que possuem uma sensibilidade mais aguçada.

Olhar uma arte não requer perguntas,
respostas, questionamentos e tão pouco
conclusões, ela está lá apenas para levar
nossa imaginação ao infinito.

Quantas vezes olhamos uma e nada nos diz
em outros casos, algumas ficamos horas,
admirando e contemplando.

Arte, não se discuti.
Assim, como quem você escolheu para amar.
Porque na verdade tudo é uma questão de
como seus olhos levou sua mente a já gostar
e consequentemente a amar...

E foi no Espaço Cultural do Banco do Brasil, em São Paulo que conheci um artista inovador,
irreverente e rebelde: JEAN MICHEL-BASQUIAT.



Morreu muito cedo, com apenas 27 anos, mas deixou um bom acervo de suas obras.
O forte delas é a "colagem", com traços desiguais e bem abstratos.

 Os pratos desenhados para algumas celebridades e ou lugares.

Eu ao fundo em um dos andares desse espaço cultural que tem uma arquitetura totalmente
voltada ao clássico, em total harmonia com as obras modernas de Jean Michel.

 Os famosos mosaícos nos pisos, que são acabamentos marcantes nos estilos clássicos.






Ele gostou e eu mais ainda.
Pela arte, pelo espaço que não conhecia e pela companhia do meu "Amor", que a cada nova
exposição encontro uma pessoa sensível que me atraí para este mundo da arte.
E ela, correndo nas veias do meu corpo em toda a minha existência...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais vistos na última semana...